VITÓRIA IMPORTANTE DO ANGRA SOBRE O UNIÃO SPORTIVA NO ARRANQUE DA 1.ª DIVISÃO

Confiança em alta num nível baixo

Triunfo moralizador do Angra sobre os micaelenses do União Sportiva. Foi Hugo Pola a mudar um jogo de baixa qualidade.

LUÍS ALMEIDA |di

Este é, de facto, um nível mais baixo. Não apenas pela simples constatação de que o AngraBasket desceu da Proliga para a 1.ª Divisão, o terceiro escalão do basquetebol nacional, mas também porque ficou expresso em campo e em muitos lances de atabalhoamento completo logo no período inaugural. O interesse só cresceu porque em confronto estavam duas equipas açorianas, mas igualmente porque continua a ser basquetebol. Foi Hugo Pola quem o comprovou...
Três caras novas e um regresso no cinco inicial de Rui Fagundes. O francês William Daubin assumiu o papel de base, com o espanhol Eusebi Sedeno a funcionar como elemento destruidor do jogo adversário. Jorge Ebanks, americano com passaporte inglês, sentiu problemas físicos no arranque da partida, mas foi importante para os pontos na primeira-parte. Já Diogo Duarte está de regresso ao AngraBasket.
O União Sportiva até começou melhor, sendo mais ágil na construção dos lançamentos, embora tenha contado com uma defesa algo macia da parte do adversário durante vários momentos. Onésimo Nauana, guineense proveniente do Belenenses, mostrou ser reforço. Depois chegou Hugo Pola e a história do marcador mudou. O extremo, que regressou ao Angra depois de rescindir com o Terceira, concretizou um triplo do meio da rua a dois ou três pózinhos do intervalo, colocando os terceirenses a vencer por 19-18. Um resultado algo enganador.
Certo é que o Angra também alterou a sua organização em campo e para melhor. Conseguiu cavar vísivel superioridade durante sete minutos no segundo período, atirando a diferença pontual para 11 pontos. Sedeno evidenciava, agora, melhores argumentos junto ao cesto adversário, cotando-se como o melhor marcador da equipa, com 17 pontos alcançados.
Mas voltou a haver basquetebol. Os micaelenses responderam ainda antes do descanso, reduzindo para 37-34. O recomeço trouxe equilíbrio nos confrontos, mas nem sempre com as equipas a tomarem as melhores opções. Os últimos 13 segundos do terceiro período, por exemplo, foram cumpridos com dois turn-overs infantis, um para cada lado.
O Angra foi cometendo imensos erros, mas ainda assim atingiu o derradeiro quarto na liderança (58-52). A equipa estava, por outro lado, um pouco pressionada pelas faltas, embora o adversário não tivesse eficácia acrescida da linha de lance livre. Depois foi Hugo Pola a ser "tramado" pela quinta infração, ao passo que Ebanks se via obrigado a permanecer no banco devido aos tais problemas físicos.
A distância ainda reduziu para 65-62 a quatro minutos do fim, mas voltamos ao início desta crónica: o nível. O jogo demorou mais de duas horas, o que se explica por um basquetebol muitas vezes medíocre, mesmo sendo este o primeiro jogo oficial da época. Uma perda de bola de Tiago Narciso com 15 segundos para se jogar abriu as portas do triunfo ao Angra.
Arbitragem com apitos a mais, muitas vezes mal.

1.ª Divisão - 1.ª jornada

Pavilhão Municipal de Angra do Heroísmo
Árbitros: Paulo Sequeira e Nuno Capaz.

Ao intervalo: 37-34

AngraBasket 72

Jorge Ebanks (9)
William Daubin (13)
Eusebi Sedeno (17)
Diogo Duarte (7)
Rui Almeida (11)

JOGARAM AINDA
Rodrigo Garcia, Hugo Pola (12), Milton Moreira (2) e Adriano Ramos (1).

NÃO UTILIZADOS
Diogo Câmara, João Cabacinho e Rui Valadão.

TREINADOR: Rui Fagundes.

União Sportiva 69

Cesaltino Neto (15)
Onésimo Nauana (10)
Garcia Luzolo (17)
Tiago Narciso (6)
Ruben Amaral (16)

JOGARAM AINDA
José Rego, Miguel Ribeiro, João Melo (4) e Bryan Cabral (1).

NÃO UTILIZADO
José Gabriel.

TREINADOR: Rui Vitória.

1.º Período: 19-18 | 2.º Período: 18-16
3.º Período: 21-18 | 4.º Período: 14-17

CAMPEONATO NACIONAL 1ª DIVISÃO MASCULINA

ANGRABASKET - ÉPOCA 2014 / 2015

 

Esta época, como consequência da descida da PROLIGA, o Angrabasket disputará a 1ª Divisão Masculina, último nível competitivo do basquetebol português.

A competição tem o seu inicio a 18 de Outubro de 2014 que compreende 3 fases e que se disputa até Junho de 2015, no entanto e na pré-época,  a equipa entrará no Torneio de Preparação da ABIT 2014 que se realizará nos dias 25,26,27 e 28 de Setembro e a 3,4 e 5 de Outubro 2014,

com

as equipas do Sport Club Lusitania, Terceirabasket, Club União Sportiva e uma seleção da base americana.

 

 

O clube apostará novamente em cerca 80% dos atletas formados nos Açores, bem como atletas formados no clube, no entanto apostará em 3 reforços vindos do exterior.

 

O plantel para a Época 2014 / 2015 é o seguinte:

 

Diogo Roberto - Posição 1 / 2

Rui Valadão - Posição 3 / 4

Milton Moreira - Posição 3

Diogo Câmara - Posição 1

Rui Almeida - Posição 5

Adriano Ramos - Posição 2 / 3

João Cabacinho - Posição 2

Miguel Ramos - Ex SUB 18 - Posição 2

Rodrigo Pinheiro - Ex SUB 18 - Posição 2

Miguel Silva - Ex SUB 18 - Posição 1

 

Ainda em dúvida:

Cristiano Sousa - Posição 3

Diogo Soares - Posição 4

 

 
 

 

 

 

One Team, One Family